sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

29/2 - BOATARIA COMEÇA A FAZER ESTRAGOS

Quanta intimidade, hein!
Jota Batista desmente boatos

EUNÁPOLIS – O vice-prefeito Jota Batista (PMN) procurou este Blog para rebater os boatos espalhados pela cidade sobre a existência de um “acordo” entre ele e o prefeito Robério. Segundo Batista, nada mudou de sua posição de enfrentamento ao governo municipal, inclusive ele adiantou que fez novas denúncias de desvios na Saúde e na Educação. Mas reclamou de que não consegue espaço na mídia para divulgar seus atos.

O vice-prefeito disse ainda que o prefeito está sendo "obrigado" a asfaltar a cidade, depois que foram protocoladas denúncias no Ministério Público indicando que muitas ruas de Eunápolis já estavam asfaltadas e calçadas, mas somente no papel. Ele indica como peça principal o relatório do TCM sobre a prestação de contas da Prefeitura nos anos 2005 e 2006.

Batista foi enfático quando falou sobre os rumores de que ele também teria fechado acordo com outros políticos: "O meu acordo é comigo mesmo".

29/2 - PETISTA BATE FIRME NO PREFEITO DE SALVADOR


Marcelino Galo não poupa munição


O clima vai ficar quente entre os militantes do PT. O partido terá nova eleição para diretoria estadual. E o atual presidente, Marcelino Galo, que é candidato a reeleição, já saiu atirando no prefeito de Salvador, João Henrique: “...Uma gestão falida que, sob o comando do PMDB, garante os interesses do mercado imobiliário, da elite da cidade e é sustentada por um direita conservadora remanescente do carlismo.”


O motivo é um só: seu adversário no pleito petista é Jonas Paulo, que defende a aliança do PT com o prefeito da capital. Galo defende candidatura própria do partido. Isso que é briga de gente grande.

29/2 - SITE RADAR 64 SEMPRE INOVANDO


Blogueiros no ar


EUNÁPOLIS - RADAR 64, o portal de notícias completo, acaba de adicionar outras funcionalidades ao seu gerenciador de conteúdo, um dos mais modernos da Bahia, reforçando a sua proposta multimídia e abrindo espaço para a opinião e o entretenimento, com a aquisição de três blogueiros de peso, que postarão notinhas diárias. A grande sacada do RADAR 64 foi o lançamento dos seus blogs.

À frente dos diários on-line, estão feras como Geraldinho Alves, que destaca os bastidores do poder, Marcos Pontes, que comenta as notícias que estão sendo destaque na imprensa regional e Rose Monteiro, que traz o que está acontecendo de bom na cidade e na região. Os últimos posts dos blogs ficam em destaque na primeira página do site. O leitor pode comentar cada notinha. Além de texto, o site disponibiliza parte de seu conteúdo em áudio, fotos e vídeos.

Para facilitar o acesso do internauta a este material, links diretos foram inseridos em seu menu superior. Além disso, nas listagens das notícias, em suas respectivas editorias, ícones indicam ao internauta o tipo de mídia que está anexado à informação.




Por Hugo Santos, editor do RADAR 64




29/2 - O XAROPE COM NOVO LAYOUT

Esses meninos "aprontam"


EUNÁPOLIS - Com novo visual o site OXAROPE.COM segue antenado. Marcelo e Renatinho se tornaram indispensáveis na cobertura de eventos sociais. Agora, o site se lança mais forte na cobertura jornalística dos acontecimentos regionais. Ponto pra REDE IMPRENSA LIVRE que conta com a força dessa parceria muito competente.

29/2 - HOJE, SÓ DAQUI A MAIS 4 ANOS


29 de Fevereiro, ano bissexto


O planeta Terra leva 365 dias e 6 horas para dar uma violta inteira em torno do Sol. Por convenção, os astronomos decidiram criar o ano bissexto (com 366 dias) para compensar as horas a mais, que multiplicadas por 4 dão exatamente um dia de 24 horas. Esta é a explicação para o dia 29 de Fevereiro, que acontece a cada 4 anos.


Ruim para quem nasce no dia 29/2 ou se casa, porque só pode comemorar de 4 em 4 anos.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

28/2 - SOLLA X SOUTO

Jorge Solla foi duramente criticado pelo ex-governador
Qual governo "matou" mais?

SALVADOR - A mídia da capital está sendo usada como ringue entre o ex-governador Paulo Souto e o secretário de Saúde do estado, Jorge Solla. Souto bateu primeiro, criticando duramente a gestão de Solla, que revidou dizendo que o ano em que mais morreu gente por falta de atendimento no SUS foi em 2004 - ano da gestão de Souto - e o que ocorreu menos mortes foi o ano de 2007.


28/2 - A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR


NOTA DE ESCLARECIMENTO


O blogueiro Marcos Pontes, do Blog Opinião, que faz parte do time de blogueiros do radar 64, do qual também participo, citou meu nome como autor de uma informação que condena o terreno onde está sendo construído o presídio de Eunápolis. Quero esclarecer que nunca fiz qualquer menção sobre o assunto em nenhum dos espaços que ocupo na mídia – online ou impressa. E desconheço qualquer referência sobre o caso. Mas como o tema é polêmico, localizei a verdadeira fonte de onde saiu a informação comentada pelo colega blogueiro e aproveito para reproduzir a seguir o trecho na íntegra:

“Segundo uma fonte que prefere não ter seu nome citado, o que envolve o mistério da repentina visita da secretária de Justiça a Eunápolis é que a obra do presídio está condenada. A informação é de que foi constatado incompatibilidade do solo com o volume da obra; ou seja: o terreno onde está sendo construído o presídio não sustenta o peso do mesmo, levando a empresa construtora a pedir aditivo no contrato, alegando que os estudos preliminares foram mal procedidos. Assim sendo, ou reforça as bases da obra ou o presídio terá que ser construído em outra localidade”.

Isso está até hoje publicado no site NOSSACARA, de Urbino Brito. Quem assina a matéria é Gil Rocha, um dos redatores do site.

Que fique explicado o mal entendido.



quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

27/2 - CADÊ O DEPUTADO?

O empresário Belo e o seu deputado Copa do Mundo

Sérgio Carneiro abandona Eunápolis

EUNÁPOLIS - Sorridente, fala mansa, inteligente, ativista político, o filho do senador João Durval usou todos os seus atributos para seduzir o eleitorado eunapolitano. Mas o problema é que ele não estava namorando pra casar, quis apenas "ficar". E como todo bom conversador, ele até prometeu casamento, mas no fundo parece que ele só queria mesmo usar o prestígio das pessoas, ganhar os votos e depois, "meu nome é tchau!". Estou falando do deputado federal do PT, Sérgio Carneiro.

Sérgio esqueceu de Belo, Alick Maia, João do Frango, Toquinho, Constâncio, Neto Guerriere e muitos outros com quem fez compromissos, mas não cumpriu. E pensar que ele prometeu ser um deputado federal diferente de tantos outros que só aparecem na cidade de 4 em 4 anos. A eleição de Feira não é nem desculpa, porque ele vivia dizendo que não disputaria o pleito este ano.

Não se pode, neste caso, dizer tal pai, tal filho. Afinal, o seu pai, senador João Durval, tem uma bela história deixada em Eunápolis.


27/2 - MADEIRADA NA POPULAÇÃO


Veracel mostra a sua força e vereadores voltam atrás


EUNÁPOLIS - O que parecia ser um avanço do Legislativo municipal não passou de uma cena típica da política - colocar o jegue na sala. A primeira votação dos vereadores eunapolitanos proibindo o plantio de eucalipto num raio de 10 quilometros do centro da cidade foi a dificuldade vendida. Tudo pra colher muitas facilidades. Depois do primeiro ato, veio a realidade. A pressão marqueteira da Veracel, com sua torcida organizada, panfletagem e articulações de bastidores fazia parte do roteiro.

Votaram primeiro a favor da proibição, depois contra, os vereadores Júnior Bahia e Claudionor, alegando que eles descobriram ser a lei inconstitucional. Carmem Lúcia e Ubaldo Suzart completaram o time dos 4 cavaleiros do apocalipse. O vereador Benedito Carvalho - o águia - não quis votar. Cinco vereadores mantiveram-se a favor da proibição: Vasco Queiroz, Fábio Roldi, Sessé, Moacir Almeida e Ruth Contadora (Bravo!!!!). Mas era preciso para a aprovação a maioria de 2/3 dos votos.

Falando sinceramente, eu não desconfio de nada, de voto comprado, de maucaratismo, de covardia, de traição ao povo, de negociatas... Eu acho até a Veracel uma empresa ética, que respeita as comunidades. E esses vereadores são exemplos de santidade, que só pensam no bem das pessoas.


Ih, será que eu disse alguma bobagem?



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

25/2 - CAI A LEI DE IMPRENSA


Imprensa Livre, uma bandeira nacional!


COM A LIMINAR DO STF A IMPRENSA FICA LIVRE DOS PROCESSOS

Peço licença ao leitor para me alongar um pouco mais que o de costume nesta postagem, mas o assunto pede. Quando lancei o Blog Imprensa Livre, no finalzinho do ano passado, muita gente estranhou a minha posição de levantar a bandeira da liberdade de expressão, achando que minha atitude estaria ligada a interesses pessoais.

O Blog avançou, meus comentários ganharam espaço na mídia e agora, com a minha presença diária no RADAR 64, a minha iniciativa se consolida. Fico grato profundamente aos companheiros que abriram espaço à idéia do Blog (Hugo Santos, Renatinho, Mara Magalhães, Miro, Áurea Catharina, João Araújo, Carlinhos, João Alcides, Jadilson, Teoney, George e tantos outros). Os bastidores do poder agora têm um holofote fixo sobre eles, contribuindo para mostrar o que está por trás dos acontecimentos. Porque todos nós somos vítimas ou beneficiários dos erros e acertos dos políticos.

Fico muito feliz em noticiar que a imprensa está livre da Lei que colocava seus profissionais e veículos sob a pressão de punições previstas para mantê-los calados e submissos aos interesses político-econômicos dominantes. "A imprensa e democracia, na vigente ordem constitucional brasileira, são irmãs siamesas. Por isso que, em nosso País, a liberdade de expressão é a maior expressão da liberdade, porquanto, o que quer que seja pode ser dito por quem quer que seja", afirmou o ministro do STF, Carlos Ayres Britto, na liminar que suspendeu, dia 21/2, parte da Lei de Impensa, herança autoritária deixada pela ditadura militar.

Foram derrubados os artigos que prevêem a punição por calúnia, injúria e difamação. Na sentença liminar, o ministro derruba também as previsões de multa para notícias falsas, deturpadas ou que ofendam a dignidade de alguém. Os valores são, atualmente, analisados caso a caso. Sai ainda da Lei o artigo que permite a apreensão de jornais e revistas que ofendam a moral e os bons costumes e a punição para quem vender ou produzir esses materiais.

Um amigo me disse certa vez que a pior das leis defendendo a democracia é preferível à melhor das leis a favor de uma ditadura. Já passava da hora dessa Lei de Imprensa caducar, ser revisada, virar uma lei com a cara do Brasil de hoje. Quem deve comemorar, em parte, são os radialistas da rádio 98FM, que estão sendo processados pelo prefeito de Eunápolis. A defesa deles vai encontrar munição de sobra para livrá-los das punições requeridas, até porque os processos devem ser suspensos.


Geraldinho Alves, editor


25/2 - QUEM PODE FAZER BARULHO?

A CARREATA PROMOVIDA DIA 21/2 PELO PREFEITO DE EUNÁPOLIS, PARA COMEMORAR A VITÓRIA NO TRE, DEIXOU INDIGNADA A EQUIPE DE REPORTAGEM DO JORNAL OPINIÃO

Dois pesos e duas medidas


EUNÁPOLIS - Nem bem esfriou o episódio que culminou com a apreensão do carro do radialista Washington Teixeira e a sua detenção – o som do carro do radialista estaria ligado com o volume alto - considerado por algumas testemunhas e veículos de imprensa como injusto, a PM de Eunápolis tem um comportamento bem diferente diante de uma situação muito... mas muito mais grave mesmo.

Todos sabem que na cidade é proibido por Lei automóveis circularem – ou ficarem estacionados em via pública- com o som ligado com o volume acima de 55 decibéis. Porém, se a proibição é para uns, para outros parece não ser. Uma manifestação de cunho político, organizada pela própria Administração Municipal – o secretário de Meio Ambiente, Josemar Siquara, esteve numa emissora de rádio convidando o povo para tal manifestação - onde o protagonista era o prefeito Robério, teve inúmeros veículos circulando com o som a todo volume.

Como se não bastasse, a organização do evento pôs na praça Dr. Eunápio Peltier, local do encerramento da manifestação, um caminhão com enormes caixas de som, num barulho ensurdecedor, que durante boa parte da tarde tocou músicas, até a chegada da carreata, havendo depois discursos. E mais: o próprio prefeito subiu na carroceria do carro, numa atitude que pode ser vista como compactuar com tudo aquilo... e discursou.

O pior de tudo isso é que duas viaturas da Polícia Militar - um carro e uma motociclista - acompanharam toda a festa na praça, sem tomar nenhuma atitude. A equipe de reportagem do Jornal Opinião chegou a indagar aos policiais se eles tinham conhecimento de que toda aquela barulheira é proibida na cidade. Eles responderam que sim, mas estavam cumprindo ordens superiores.

Aí cabe um questionamento: Por que o prefeito que, há mais de três anos respondendo na Justiça por uma denúncia de transgressão, ao ver-se livre do processo, comemora com outra transgressão?


Por TEONEY GUERRA, editor do jornal OPINIÃO


COMENTÁRIOS DO BLOG
A euforia dos roberistas é até justa, motivaria os dapezistas também se a decisão da justiça fosse contrária, mas os abusos é que não podem ser tolerados como se aqui fosse terra de ninguém. O clima incentiva a rivalidade e as provocações podem levar os grupos rivais ao extremo. Quanto a tolerar a poluição sonora, a faca aí é mesmo de "dois legumes". Como quase tudo no Brasil, uma coisa vale para uns, mas se aplica com mais tolerância com outros.
Geraldinho Alves

domingo, 24 de fevereiro de 2008

24/2 - ESCÂNDALO APETITOSO NA SAÚDE


Prato indigesto

EUNÁPOLIS - Está para estourar mais um escândalo na saúde pública de Eunápolis, desta vez a coisa pode ganhar projeção nacional, pois tem um repórter do Rio de Janeiro farejando a notícia. Fala-se até em delação premiada. Uma contratação foi feita pela prefeitura, para ser paga com o dinheiro do Fundo Nacional de Saúde, referente a compra de comida. Pagaram uma parte, mas o restante vem sendo empurrado com a barriga, embora a empresa contratada alegue que já atendeu ao objeto do contrato.

A comida já apodreceu no prato e tem gente disposta a vomitar tudo o que sabe.


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

22/2 - LIMINAR DO STF SUSPENDE LEI DE IMPRENSA


Processos baseados na Lei de Imprensa estão suspensos

Uma liminar do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ayres Britto suspendeu ontem (21) a aplicação de parte da Lei de Imprensa, inclusive a que fala em calúnia e difamação. Com isso, processos judiciais e decisões tomadas com base nos artigos da Lei de Imprensa suspensos pela liminar também ficam paralisados até o julgamento do mérito da ação. Quem ajuizou o pedido foi o deputado carioca Miro Teixeira (PDT).


A Lei de Imprensa, que regula a liberdade de manifestação do pensamento e de informação, é considerada um dos últimos entulhos autoritários da ditadura militar, violando diversos preceitos constitucionais.


22/2 - PR NA BASE ALIADA DE WAGNER


César Borges também adere ao governo


Quem diria, hein? Agora foi a vez do senador César Borges se livrar do manto carlista e aderir ao governo estadual. A reunião foi na quarta (20) à noite na casa do senador, com as bancadas federal e estadual do PR. Quem negociou pelo governo foi o deputado José Rocha. Portanto, está selado o ingresso do PR e do senador na administração Jaques Wagner (PT).

22/2- MINISTRO DA CGU EM SALVADOR

Vai abastecer?
No cartão corporativo ou na conta da prefeitura?

Jorge Hage vai falar sobre
a relação entre o público e o privado


Têm muitos políticos na região - dá até pra fretar um ônibus - que precisam aprender sobre o assunto da palestra que o ministro chefe da Controladoria Geral da União, Jorge Hage, fará no dia 3/3, em Salvador, na aula inaugural do mestrado de administração da Unifacs.


O tema será “Probidade, Ética e Transparência na Administração: a relação entre o público e o privado”. Fica cada vez mais evidente que a administração pública precisa de um balizador que defina claramente a fronteira entre o que se pode gastar com o dinheiro público e o que não pode. Toda e qualquer dúvida sobre isso gera abusos e equívocos.


CARTÕES CORPORATIVOS E AXÉ & CIA

O caso dos cartões de pagamento - batizados na mídia como cartões corporativos - é um exemplo nacional de que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Já o abastecimento do trio elétrico Axé & Cia, de propriedade do prefeito Robério Oliveira, com dinheiro da prefeitura de Eunápolis, é um exemplo local que faz a gente refletir sobre o descontrole do abastecimento de combustíveis nas prefeituras por aí também, um imenso ralo por onde sai muito dinheiro público para fins privados.

Em ambos os casos, os agentes públicos envolvidos justificam os fatos como equívoco de entendimento ou erros administrativos das pessoas responsáveis. A devolução do dinheiro ameniza, mas não os inocenta. Afinal, não tivesse a imprensa alertado a sociedade, no caso dos cartões e aqui, a justiça federal denunciado o caso do trio elétrico, o dinheiro público continuaria sendo "privatizado" numa boa.


22/2 - SEGURANÇA: A SOCIEDADE ESPERA RESULTADOS


Wagner quer uma polícia cidadã com policiais valorizados

Ao empossar ontem (21), em Salvador, César Nunes como novo secretário de Segurança Pública, o governador Jaques Wagner definiu duas prioridades: formar uma polícia cidadã e valorizar o trabalho dos policiais. Já o novo secretário falou em aumentar o efetivo de policiais nas ruas, integrar as policias civil e militar, além de interagir o trabalho da polícia com as comunidades.

Os setores de inteligência e de investigação também serão priorizados pelo novo secretário, que anunciou investimentos na odem de R$ 1,4 milhão, do Programa Nacional de Segurança Pública, para implementação de diversos projetos e compra de equipamentos. César Nunes já nomeou Joselito Bispo para delegado-chefe da Polícia Civil.

O DESAFIO
Embora chegue cercado de expectativas positivas, o novo secretário da SSP terá pela frente um grande desafio, uma vez que a escalada de crescimento da violência não se limita à Bahia, é um dilema que atinge todo o país, pois é fruto da nossa perveresa e má distribuição de renda, que empurra para a marginalidade, todos os anos, um contingente de jovens que não completam os estudos, não encontram trabalho, nem são incluídos em programas sociais. E aí formam quadrilhas ou são recrutados pelo crime organizado, maior beneficiário dessa tragédia. O crime atrai a juventude como saída pela exclusão social. A impunidade e a ausência de uma política de ressocialização mais eficaz completam o estrago.

A violência brasileira é consequência da falência das políticas públicas sócio-econômicas e educacionais. Devemos aí, voltando ao nosso caso específico, somar a política de desmantelamento das polícias praticada na Bahia pelo governo Paulo Souto e antecessores. Torcemos para que a mudança de ares e de metodologia de trabalho na SSP contribua para reverter os índices de violência na Bahia, sobretudo aqui no extremo sul, onde Porto Seguro e Eunápolis são cidades que estão se tornando reféns da criminalidade, apesar do esforço heróico de nossas polícias.




Geraldinho Alves.


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

21/2- DE NOVO NÃO

Será o prefeito de Salvador mais uma rapina assumida?

Quem será que sugeriu o discurso a João Henrique?

VEJA A BESTEIRA QUE DISSE O PREFEITO DE SALVADOR, REPETIU O DESLIZE DE COMPARAR A ÁGUIA COM A GALINHA, ASSIM COMO FEZ O VEREADOR BENÉ AQUI


Durante a cerimônia em que o PDDU (Plano Diretor) foi sancionado, o prefeito João Henrique usou a metáfora da galinha e da águia para ilustrar o que ele considera um olhar para o futuro da cidade. Segundo JH, com a aprovação do Plano Diretor, Salvador deixa de enxergar como galinha, que tem uma visão limitada, e passa a ver as coisas com um olhar de águia, com precisão e longo alcance. Ai, ai.


Hoje, no “Fala Bahia”, de Emmerson José, o presidente da Comissão de Planejamento Urbano da Câmara Municipal, vereador Zé Carlos Fernandes (PSDB), fez um interpretação peculiar da metáfora usada pelo prefeito. O vereador considera que JH foi infeliz em citar galinhas porque, afinal de contas, muitas mulheres foram contrárias ao projeto e também fez questão de frisar que a águia é uma ave de rapina.



(Daniel Pinto, do blog de Samuel Celestino)



JÁ VIU ESSE FILME ANTES?


21/2 - DR. RAMOS CONVIDA...


...Para uma palestra sobre o programa Luz para Todos


EUNÁPOLIS - Enquanto a novela do PMDB continua sem um capítulo final, este Blog inclusive aguarda os esclarecimentos solicitados à direção estadual da legenda, a diretoria executiva municipal promove, terça-feira que vem (26), na Câmara de Vereadores, uma palestra com representantes do Ministério das Minas e Energia (MME) e do Departamento de Energia da Secretaria de Infra-Estrutura do Estado da Bahia. Quem assina o convite é o Dr. José Ramos.



21/2 - NOS EUA INTERNET É A MÍDIA MAIS USADA NAS ELEIÇÕES, DEPOIS DA TV


Sites de pré-candidatos são muito acessados pelos jovens


Um estudo feito agora nos Estados Unidos diz que 15% dos eleitores acessam a internet para obter informações sobre a campanha eleitoral norte-americana. Os sites dos pré-candidatos já batem o rádio (8%) e os jornais impressos (12%) em audiência verificada pelo instituto Pew Research Center, que fez a pesquisa.
O MOTIVO
O fenômeno tem uma explicação. A internet preenche a lacuna deixada pelos meios de comunicação tradicionais. O meio permite a interação do internauta, cria redes de contato online, além de permitir atualizações mais rápidas de conteúdo.


21/2 - PAIXÃO POLÍTICA EXAGERADA



Virou "Fla x Flu" a disputa entre Robério e Dapé


EUNÁPOLIS - O resultado favorável a Robério, do julgamento de ontem (20) no TRE do último processo eleitoral, envolvendo o prefeito e Paulo Dapé, acabou gerando uma reação nada exemplar por parte de alguns correligionários roberistas, que exageraram nas comemorações. Segundo o radialista Carlinhos "Moto Táxi", da 98 FM, a família do ex-prefeito precisou chamar uma empresa de segurança durante a madrugada para que o filho de Dapé, de 3 anos de idade, se acalmasse e pudesse dormir.

Enquanto fazia o programa Fala Povão, hoje pela manhã, Carlinhos disse ter recebido telefonema informando que um senhor, vizinho da casa de Dapé, teve que ser hospitalizado devido ao excesso de queima de fogos na rua do ex-prefeito. Não acredito que o radialista esteja fazendo sensacionalismo com o fato. E também não estou aqui isentando os militantes dapezistas de exageros porventura cometidos.

Essa coisa de transformar a política em torcida organizada não faz bem pra ninguém. As provocações podem causar prejuízos, gerar conflitos e não contribuem em nada para o bem do município. A vitória nos tribunais para qualquer parte deve representar, em tese, a justiça feita. E por justiça entendemos igualdade e direito de todos.
DÉBITO COM O ELEITORADO
E se o processo causou tamanhas dificuldades a Robério, como ele alega, o mais sensato seria brindar a vitória alcançada começando imediatamente a fazer o que ele diz ter sido impedido de fazer. Sem a sombra da peleja com Dapé, o prefeito terá sobre si dupla responsabilidade: mostrar capacidade administrativa e cumprir as promessas de campanha que foram esquecidas, dois imensos débitos contraídos junto ao eleitorado eunapolitano, por conta dessa longa disputa.


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

20/2 - O GOVERNO DO TAPETÃO

34 votos de diferença nas urnas, mais de 37 meses de batalha judicial

Robério 5 x 1 Dapé na final


Paulo Dapé tentou até o último minuto da prorrogação cassar o diploma de prefeito de Robério, mas sua coligação levou uma goleada no TRE. A maioria dos juízes daquela corte entenderam que não adiantava seguir com o último processo de Dapé contra a diplomação de Robério, porque o prefeito já havia ganho todos os processos anteriores. Existe mais um recurso a ser tentado por Dapé, mas ninguém acredita nisso, por ser ano eleitoral.


Desde o primeiro dia, o governo Robério foi marcado pela pendenga judicial travada até o julgamento de hoje com Paulo Dapé, que foi derrotado nas urnas em 2004, por 34 votos de diferença. Dapé entrou com processos e mais processos contra o resultado das eleições, alegando que Robério praticou crimes eleitorais de abuso de poder econômico, compra de votos, entre outros. O juiz eleitoral da comarca local chegou a cassar Robério, que recorreu ao TSE e assumiu o mandato sob liminar da justiça eleitoral de Brasília.


Eunápolis, na verdade, tem 2 prefeitos diplomados (Dapé também foi diplomado prefeito pelo TRE), mas somente um, Robério, assumiu até hoje. Mais um caso curioso para o folclore político da Bahia.


terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

19/2 - BLOG AGUARDA ESCLARECIMENTOS DO PMDB


Direção estadual do partido ainda não se posicionou


Hoje, por e-mail, este Blog entrou em contato com a direção estadual do PMDB, pedindo esclarecimentos sobre a situação do partido em Eunápolis, após a divulgação, por parte da assessoria do prefeito Robério, de que a legenda estaria à disposição do prefeito. Na correspondência eletrônica foram feitas as seguintes perguntas:


Procede a informação da assessoria do prefeito de Eunápolis de que a direção estadual do partido ofereceu o PMDB para apoiá-lo na sucessão municipal?

Caso proceda, em que se baseia a decisão e como fica Dr. Ramos?

Caso negativo, qual é a posição oficial da legenda no cenário político eunapolitano?

O PMDB tem algum acordo com o PRTB, partido do prefeito de Eunápolis, para apoiá-lo na reeleição?

Até o momento (20:33) não recebemos nenhuma resposta.

19/2 - CAI O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA


A pressão foi demais


O governo estadual anunciou agora no começo da noite a saída de Paulo Bezerra do comando da SSP. Para substituí-lo foi convidado pelo governador Jaques Wagner, César Nunes, superintendente da Polícia Federal, que já aceitou o convite.


Como foi antecipado aqui no Blog, a mudança de comando da SSP já era esperada para estes dias. A gestão de Bezerra vinha sendo muito criticada pela oposição, encontrando eco também entre os governistas.

19/2 - "VEREADOR NÃO É AMBULÂNCIA, NEM ASSISTENTE SOCIAL", DIZ PASTOR RONILTO



Pastor pretende disputar vaga na Câmara


EUNÁPOLIS - Filiado ao PMDB, partido envolvido na polêmica disputa entre o prefeiturável Dr. Ramos e o prefeito Robério, o pastor presidente da Igreja Betel, Ronilto Rodrigues, disse hoje a este Blog que a política precisa muito de pessoas voltadas verdadeiramente para Deus, tanto no Legislativo, quanto no Executivo. O pastor alerta a população para que se separe bem o joio do trigo, analisando profundamente a trajetória de cada candidato.

"Ninguém deveria ser eleito vereador só porque faz um trabalho assistencialista, vereador não é ambulância, nem assistente social. Claro que o vereador deve ajudar as pessoas, mas se ele também fiscalizar direito o Executivo, não vai faltar remédios nos postos de saúde, não vai faltar os serviços essenciais à população", diz Ronilto, que faz aniversário hoje (19).


Este Blog parabeniza o pastor Ronilto, não apenas pelo dia de hoje, mas pela sua brilhante visão política, sempre voltada para o bem do município.


Geraldinho Alves, editor.


19/2 - UBALDINO OU ROBERTA? ULDURICO QUER SABER

Sede do TSE, aqui se decide o destino dos munícipes

Uldurico revela estratégia em Porto Seguro ao consultar TSE

BRASÍLIA - As consultas que o deputado federal Uldurico Pinto (PMN-BA) formalizou recentemente junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelam a estratégia da família Pinto para as eleições em Porto Seguro. Está claro que Ulbaldino Jr., diante da impossibilidade de registrar a sua candidatura a prefeito, pensa mesmo em lançar Roberta, sua esposa, como plano B e já está se prevenindo.

Uldurico questiona o Tribunal quanto à possibilidade de marido e mulher se candidatarem, no mesmo pleito, a prefeito e vice, respectivamente. A íntegra do questionamento é: "A e B são cônjuges e nenhum deles exerce o cargo de prefeito de determinado município. Pergunta-se: A pode ser candidato a prefeito e B candidata a vice-prefeito?" O parlamentar quer saber do TSE se o indeferimento do pedido de registro de um prefeito acarreta também no indeferimento do candidato a vice. Entre as perguntas do deputado estão:


1) O indeferimento do registro de candidato a prefeito municipal importa, também, na do vice-prefeito e vice-versa?

2) Sendo negativa a resposta do item anterior, se o registro do candidato a prefeito for indeferido, mas deferido o registro do candidato a vice-prefeito, o partido ou a coligação pode requerer a substituição do candidato a vice-prefeito para candidato a prefeito?

3) No caso da resposta do item número 1 for positiva, pode o candidato a vice-prefeito ser substituído pelo partido ou coligação para disputar a candidatura ao cargo de prefeito?

4) Caso o candidato a prefeito que teve o seu registro de candidatura indeferido, recorrer ao TRE dessa decisão, o partido ou a coligação, ainda poderá requerer a sua substituição nos prazos legais? O Termo "candidato" para efeito do Art. 13 da Lei Federal nº 9.504/97, diz respeito àquele que postula a candidatura ou ao candidato com registro deferido?

5) Para o partido ou a coligação requerer a substituição de candidato a prefeito com registro indeferido, cuja decisão esteja pendente de recurso no TRE, mas que desistiu do recurso interposto, basta vir acompanhado do protocolo de desistência do recurso ou necessita da homologação do pedido de desistência do recurso pelo TRE?"

Legislação
De acordo com o artigo 23, inciso XII, do Código Eleitoral, cabe ao TSE responder às consultas sobre matéria eleitoral, feitas em tese por autoridade com jurisdição federal ou órgão nacional de partido político. A consulta não tem caráter vinculante, mas pode servir de suporte para as razões do julgador.


Quem deve também ficar de olho na resposta do TSE é Paulo Dapé.



Com informações do Blog do jornalista Tasso Franco.


19/2 - PENSE BEM


"Quando não há, entre os homens,
liberdade de pensamento, não há liberdade"

Voltaire

19/2 - SERÁ QUE O PREFEITO ROBÉRIO CONCORDA?

Quem muda de lado também deve mudar o discurso

Democratas: 16 anos de desgoverno e obras de fachada?



SALVADOR - O deputado Zé das Virgens, líder do PT na Assembléia Legislativa, defendeu a atuação do governo do Estado, na primeira sessão da casa este ano, realizada ontem (18). O parlamentar justificou que Wagner está tendo dificuldade para arrumar a casa, que - segundo ele - estava "bagunçada depois de 16 anos de desgoverno e obras de fachada".


O que poderia ser uma declaração sem muita importância para a política eunapolitana, agora ganha relevância, uma vez que o prefeito Robério (PRTB), anuncia sua aproximação com o PMDB, base aliada do goveno estadual e com o próprio PT (veja as fotos dele com Michel Temer - PMDB e Arlindo Chinaglia - PT) . O prefeito deve saber que aderir a uma corrente política para tirar proveito do poder também significa concordar com suas teses e seus discursos.



Geraldinho Alves, editor
FOTOS DIVULGADAS NO SITE FOLHAPOP


19/2 - EUCALIPTOS CERCAM AS BRs


OAB - Eunapolis preocupada com Meio Ambiente


EUNÁPOLIS - Depois que os vereadores eunapolitanos votaram a proibição do plantio de eucalipto num raio de 10 quilometros, a partir do centro da cidade, agora as atenções estão voltadas para o plantio muito próximo às rodovias, a exemplo do distrito de Vera Cruz (Porto Seguro), como adverte o advogado José Henrique, presidente da comissão de Meio Ambiente da OAB-Eunápolis.


Para o advogado, entrevistado pelo programa Comunidade Ativa (Ativa FM), se a sociedade não reagir, breve poderá ser criado na BR um corredor de eucaliptos, como já existe em Itagimirim e em Salto da Divisa (MG). Henrique salientou ainda que a OAB, seção Eunápolis, fez propostas aos vereadores para criação de zonas de proteção a fim de evitar o impacto negativo desses corredores, mas as sugestões da Ordem não foram discutidas pelos edis.



Geraldinho Alves, editor


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

18/2 - A FIDELIDADE SERVE PRA QUÊ MESMO?


Traição da cúpula do PMDB ou golpe baixo do prefeito?

EUNÁPOLIS - O que era para ser um ano político de avanço para o PMDB eunapolitano, está se tornando o verdeiro inferno para os atuais militantes do partido. Tudo porque ganhou as ruas a versão de que a legenda está sendo ofertada ao prefeito Robério (PRTB) pelos dirigentes estaduais, conforme informa a assessoria do prefeito, em notícia divulgada ontem (17). Seria traição da cúpula do PMDB ou golpe baixo do prefeito?

Este Blog foi o primeiro veículo a discutir o assunto. Algumas perguntas continuam sem respostas: O que valem os anos de militância e fidelidade empenhados por Dr. Ramos à frente do partido? Nada? O PMDB exige fidelidade partidária dos seus filiados, por que não pratica também essa regra de cima pra baixo? Ao enforcado será dado o direito de espernear?

Virou motivo de zombaria. Roberistas cartam diante dos peemedebistas. Perplexos, os militantes do partido exigem uma explicação e já agendaram uma reunião com a cúpula para começo de março, em Salvador. Será uma conversa de olho no olho para saber o que está por trás dessa novela. Coisa boa não é.

O apoio à reeleição do prefeito Robério a esta altura do campeonato se tornou uma escolha inviável para os peemedebistas. Tanto por discordarem das práticas administrativas e políticas do gestor, quanto por terem no líder maior, Dr. Ramos, o candidato natural do partido. Mas que a foto do prefeito de Eunápolis entre João Henrique e Lúcio Vieira Lima foi um balde de água gelada jogado nos ramistas, isso foi.



Geraldinho Alves, editor


18/2 - DINHEIRO DO REGIONAL, QUEM FALA A VERDADE?

Ó dúvida cruel!

Prefeito diz que aceita o dinheiro
que Roberto Martins fala que ele recusou


EUNÁPOLIS - O site RADAR 64 virou palco de uma boa refrega. De um lado, Roberto Martins, personalidade histórica do PT eunapolitano e do outro, Robério Oliveira, prefeito da cidade. Roberto disse ao RADAR 64 que Robério recusou R$ 1,5 milhão que o governo Wagner havia oferecido ao município para a conclusão das obras do Hospital Regional.


Robério, por sua vez, procurou imediatamente o site para contestar a versão de Roberto. Segundo o RADAR 64, o prefeito disse que qualquer valor vindo do governo estadual será bem-vindo, mas que até agora ele não teve êxito no pedido que fez ao governador.


Se o governo Wagner ofereceu mesmo a grana que Roberto falou, como provar que a proposta foi feita? Se não existiu nenhuma proposta, também não dá para se provar nada. A única verdade dessa história é que o HGE continua improvisado dentro do Hospital Ames, do ex-prefeito Gediel, que recebe uma bolada pelo aluguel.


O povo que precisa do hospital vai ter que se contentar com a realidade. Enquanto eles trocam alfinetadas, a população fica à mercê da sorte. No palanque de campanha, em 2004, Robério dizia bem alto para os eleitores que iria tirar a saúde das mãos dos donos de hospital. Fez exatamente o contrário. Isso é verdade.




18/2 - TEM NOVIDADE NO BLOG



A nova logomarca do Blog, criada pelo designer gráfico Cássio Portugal, da Idéias e Letras.

O Blog prepara surpresas, aguarde.

18/2 - GAIBIRU NÃO TEM MAIS JUÍZO

A competência e seriedade de Beto Axé Moi levam os adversários ao desespero


11 anos de Carnaporto,
quem está incomodando mais,
o indoor ou Beto Axé Moi?


PORTO SEGURO - As bobagens ditas, na semana passada, por Gaibiru na rádio 88 FM (leia-se serviço de alto-falante de Ubaldino Jr) e também escritas no jornal O Farol (leia-se panfleto da família Pinto) merecem o meu comentário. Todo mundo perde tempo, por que não eu. Vamos lá.


Gaibiru bateu no Carnaporto pensando que tava batendo em Beto Axé Moi. Coitado, presepou, presepou, mas não levou. O Carnaporto indoor é uma realização (esta palavra dói nos incompetentes) do grupo Axé Moi. Uma grande festa de portões fechados dentro, talvez, da melhor estrutura de eventos indoor do Brasil. E o que Gaibiru sabe, mas tem que omitir, é que o carnaval feito no modelo que o grupo Axé Moi realiza (ops, sei que dói nos incompetentes, foi mal) é uma tendência em todo o país, vide os Camarotes no carnaval de Salvador.


A festa feita na Arena Axé Moi é indiscutivelmente linda, maravilhosa, super bem produzida, um show de organização (olha aí mais uma dorzinha de cotovelo), com segurança e conforto para o folião. Traz turistas de todo o Brasil, injeta muito dinheiro na economia local (quem não viu a cidade lotada?), projeta o nome de Porto Seguro - positivamente. Esse papo de que a festa tira público da Passarela é furado, falta do que dizer, oportunismo e pura maldade eleitoreira.


Gaibiru falou do que não viu, do que não sabe, de quem não conhece. Ficou mordido porque a política este ano lhe impediu de beber, cair e levantar ao som do trio elétrico. Perdeu a boquinha 0800 e quer fazer disso uma presepada eleitoreira sem nenhum fundamento. Quem começou o carnaval prolongado de Porto foi o grupo Axé Moi, há 11 anos. Talvez seja este número 11 - uma coincidência - que esteja tirando o sono dos Pintos.


A propósito Gaibiru, só dá abadá quem tem. Se o povo do Axé Moi distribui algumas cortesias, que mal há? Sabe o que seu chefe tem pra dar que seja realmente dele? Mal exemplo.



Geraldinho Alves, editor


18/2 - PT AGORA PENSA EM JOTA BATISTA

Jota Batista, tão cobiçado pelos partidos quanto Neto Guerriere

Roberto Martins fala ao RADAR 64


EUNÁPOLIS - O site RADAR 64, sempre antenado com a política regional, publica hoje (18) matéria com Roberto Martins, personalidade mais conhecida do PT eunapolitano. A matéria traz o áudio da entrevista de Roberto, que faz duas afirmações muito interessantes:


1 – Que o prefeito Robério recebeu do governo Wagner uma oferta de R$ 1,5 milhão para concluir as obras do Hospital Regional de Eunápolis, mas recusou por achar pouco dinheiro. Roberto acha que o recurso daria para concluir a reforma do HGE.


2 – Que o Partido dos Trabalhadores estaria disposto a fazer alianças na sucessão eunapolitana, inclusive com o vice-prefeito Jota Batista (PMN). Roberto informou ainda que o PT vai conversar com todos os partidos da base de apoio do governo Wagner visando formar uma frente de oposição.



Leia a matéria e ouça o áudio da entrevista no RADAR 64
http://www.jornalradar.com/


domingo, 17 de fevereiro de 2008

17/2 - UM LIVRO IMPERDÍVEL


Os assassinatos políticos no Brasil - capítulos de impunidade


Clique no link abaixo e faça download do livro PLANTADOS NO CHÃO, da jornalista Natalia Viana:





17/2 - ROBÉRIO DESCARTA O DEMOCRATA E VAI ATRÁS DO PMDB

O PMDB mal na fita!
Democrata, eu?


EUNÁPOLIS - Não era a notícia que a cidade gostaria de receber, mas o prefeito Robério, ex- aliado e protegido do partido Democrata de Paulo e Fábio Souto, Gaban e cia, virou mesmo a folha e confirma a informação nascida aqui neste Blog de que ele está com a mão no PMDB, segundo matéria assinada por Lourival Jácome e publicada hoje (17) no site RADAR 64.


"De volta à Bahia, Robério manteve encontro com o prefeito de Salvador, João Henrique, candidato a prefeito pelo PMDB, e com o presidente da legenda no estado, Lúcio Vieira Lima, que colocaram mais uma vez o PMDB à disposição de Eunápolis, informa o prefeito.", diz Lourival na matéria.

A notícia também repercute a última viagem de Robério a Brasília. Segundo o texto, o prefeito afirma que viajou a convite da direção nacional do PMDB, e lá esteve com o deputado Michel Temer, presidente nacional do partido e também com o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT). Diz ainda a matéria que eles conversaram sobre as reivindicações de Eunápolis e sobre o saneamento básico do município, que está na gaveta há alguns anos.


Se for como parece (o que eu ainda não creio), como ficam os pré-candidatos do PMDB? Que farão Amós Bispo, Pastor Ronilto, Eluiza Elena e tantos outros? Terão a legenda? Dirão amém a Robério para tê-la? Que fará Dr. Ramos da vida?


A semana promete.



Geraldinho Alves, editor.
FOTO DIVULGADA PELA ASSESSORIA DO PREFEITO.

17/2 - IMPRENSA MARROM X IMPRENSA LIVRE


Transparência, a arma política moderna


Muita gente fala de imprensa marrom, mas poucos conhecem a origem dessa praga que surgiu na década de 20, nos Estados Unidos, servindo aos interesses dos poderosos da época. E o Brasil não tardou a copiar os yanques. A reação dos profissionais do meio não impediu que políticos continuassem a manipular a imprensa. Inclusive, tanto aqui como lá, se tornaram donos de jornais, rádios e TVs.

Mas depois da internet o jornalismo no mundo nunca mais será o mesmo e os Blogs politicos têm tudo a ver com essa mudança de paradigma. Hoje, jornalistas, publicitários e radialistas podem ter vez e voz no mercado, publicando as suas opiniões, driblando a lógica de que o poder econônomico é quem dita a pauta.

A censura ao radialista de Eunápolis, Paulo Henrique, colunista do site Atlantica News e as reações adversas ao meu Blog por parte de alguns políticos mais passionais refletem o despreparo dessa turma em lidar com a modernidade. A criação da Rede Imprensa Livre está incomodando a minoria que vive das mamatas do poder.

Desde 2006 que a politização da blogesfera se tornou uma tendência na internet, os primeiros sinais vieram da politica norte-americana (sempre eles), tendo como principais protagonistas os blogs INSTAPUNDIT (conservador) e DAILYKOS (liberal), hoje referências do meio.

Embora apenas 16% da população do planeta tenham acesso à rede, o uso politico da internet se tornou uma tendência irreversível. É a mídia mais democrática desenvolvida pelo homem até hoje. O crescimento da inclusão digital pode ser uma revolução política imensurável.

E os Blogs se destacam na política por ser um meio onde se pode publicar qualquer conteúdo, de modo simples e rápido. A web tem hoje em torno de 80 milhões de Blogs, sendo que 30% tratam de política. No Brasil blogueiros ganham cada vez mais espaço, Noblat, Josias, Reinaldo Azevedo, Paulo Henrique Amorim, Diogo Mainard... Na Bahia, Samuel Celestino, Mário Kertesz, Raul Monteiro, são leituras diárias obrigatórias do mundo político.

A internet ajuda – e muito – a desfazer a fronteira entre o jornalismo e o ativismo. Não há mais como separar o fato da opinião. Está provado que nunca existiu aquele jornalismo isento dos discursos dos proprietários de mídia. Mesmo que se dê voz ao contraditório da notícia, ainda assim, ela sempre virá carregada pelo tom da linha editorial do veículo.

Hoje, nenhuma notícia pode mais ser lida/ouvida do ponto de vista caolho. Temos que abrir os nossos dois olhos/ouvidos para os fatos. Lançar um olhar dicotômico, ver o certo e o errado, o bem e o mal. Isto vai separar o fato verdadeiro da versão divulgada pela parte interessada.

E para poder identificar interesses, beneficiados e prejudicados, a notícia e o comentário devem trazer a transparência como roteiro do conteúdo. Este é o método mais eficaz e honesto de se fazer o jornalismo moderno: distinguir para o leitor/ouvinte o que está por trás da notícia. No meu Blog eu procuro fazer isso, diariamente.



Geraldinho Alves, editor



17/2 - JORNAL O SOLLO RECEBE PRESSÃO


Aprendeu rápido o mangalão!


EUNÁPOLIS - Na semana passada, o radialista Paulo Henrique foi pressionado (ainda bem que resistiu) a tirar do ar um comentário publicado em sua coluna on-line que desagradava alguém. Agora, o secretário municipal de Comunicação, Willy Hafner, fez um comentário em tom de desaprovação (uma pressão bem educada, claro) ao proprietário do jornal O Sollo, Jadilson Moraes, sobre a minha coluna naquele periódico. O motivo são as minhas críticas ao prefeito Robério, inadmissíveis para o secretário. Paciência. Se o prefeito acertar vai ser elogiado também. Falo de acertos e não de marketing eleitoreiro.


Sugiro a Willy que não use o mesmo expediente do chefe de tentar calar a imprensa a qualquer custo, seja por via judicial, seja por pressão aos donos de sites, rádios e jornais. Vai agradar Robério, mas vai ficar muito feio pra um jovem empresário. Aviso também que não adianta tentar o mesmo caminho que o prefeito tentou, recentemente, com um radialista da cidade, dentro do quarto do ex-vereador Amós. Eu também não faço negócios com a minha opinião. Se estão pensando que estou cobrando o que me devem, estão enganados.



Geraldinho Alves, editor.


17/2 - SUCESSÃO EM EUNÁPOLIS: JÚNIOR BAHIA, O FRANCO ATIRADOR


Será uma campanha antecipada de deputado?


EUNÁPOLIS - A maioria dos politicos tem na vaidade o principal traço da personalidade. Isto acaba ofuscando a visão de alguns. O que leva o vereador Jr. Bahia a cobiçar a cadeira de chefe do Poder Executivo de Eunápolis? Todos têm o direito ao espaço político, claro, mas no cenário atual a candidatura de Jr. Bahia pode se tornar uma aventura desnecessária. E eu explico por que.

Boa vontade a gente sente que o vereador tem de sobra, é um sujeito simpático, educado e inteligente. Mas para chegar a prefeito da cidade ainda lhe falta muita bagagem. Os eleitores esperavam muito mais do mandato de Jr. Tinham esperança de que ele mostrasse mais garra, mais determinação e principalmente levasse a fundo o discurso oposicionista. Mas alguém colou o vereador Claudionor Nunes nele e o seu mandato continua até hoje com o freio de mão puxado.

Não quero jogar um balde de água fria nessa candidatura. Mas pra decolar e ganhar os eleitores, Jr. Bahia vai precisar muito mais do que generosidade e a boa pinta de fazendeiro bem-sucedido. Vai precisar dizer a que veio. A não ser que o alvo seja outro, ele pode está mirando na prefeitura, mas somente ensaiando para chegar na Assembléia Legislativa.



Geraldinho Alves. editor


17/2 - BLOGS POLÍTICOS, A MANIA PEGOU!


Assim falou Nelson Mota, em sua coluna semanal
“Preciso me livrar do vício de ler blogs políticos. Começou por curiosidade, virou hábito e depois necessidade, várias vezes ao dia, em busca de emoções cada vez mais fortes, maiores escândalos e baixarias. São blogs perigosos, criam dependência, deveriam ter tarjas de advertência, como os cigarros, remédios e bebidas. E deviam ser proibidos para menores, porque podem provocar graves danos em mentes jovens e sugestionáveis.”
Nelson Mota é jornalista, escritor, compositor e produtor musical.

Por aqui, a mania ainda está só começando.

17/2 - VOCÊ ACHA QUE ESTÁ PAGANDO MUITO IMPOSTO?


Então conheça a nova dança do Créu. Clique no link abaixo:


sábado, 16 de fevereiro de 2008

16/2 - UBALDINO DERROTADO NA JUSTIÇA

Não pode mesmo ser candidato

PORTO SEGURO - Embora o mérito da ação ainda não tenha sido julgado, o Tribunal de Justiça da Bahia, em decisão publicada no Diário Oficial do último dia 30 de janeiro, parece ter tirado, de uma vez por todas, as esperanças do ex-prefeito Ubaldino Junior de se candidatar nas próximas eleições. Inconformado com anterior decisão da Justiça baiana, que impedia a sua candidatura, o ex-gestor impetrou, como uma das suas últimas cartadas, mais um recurso junto ao Tribunal de Justiça, visando anular a sessão legislativa que acatou o Parecer do Tribunal de Contas dos Municípios, que condenou as suas contas.

Segundo a Desembargadora Maria Geraldina Galvão, da 4ª Câmara Cível, o recurso do ex-gestor “desatende os requisitos intrínsecos da admissibilidade, impondo-se o desconhecimento da irresignação que ora se aprecia”. Ou seja, de acordo com o art. 1º da Lei 64/90, Ubaldino passa a ser declarado “inelegível”, já que suas contas foram consideradas irregulares, com falhas insanáveis, segundo entendimento do Tribunal de Contas dos Municípios, fato posteriormente confirmado pela Câmara Municipal de Porto Seguro.

POR IMPROBIDADE NÃO, MAS POR TER CONTAS REJEITADAS SIM
Não foi por conta das graves acusações que pesam contra ele, fato fartamente denunciado pela Controladoria Geral da União, conhecido nacionalmente como o escândalo do pãozinho, que o ex-prefeito parece ter suas pretensões políticas interrompidas. Isso porque o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) modificou o entendimento que vinha sendo adotado pelo próprio Tribunal acerca da interpretação da Súmula nº 01 que autorizava o político com contas rejeitadas suspender sua inelegibilidade através do simples ajuizamento de uma ação buscando impugnar o entendimento dos tribunais de contas.
Em agosto de 2007, o TSE decidiu endurecer o jogo com políticos que tiveram contas rejeitadas, como é o caso do ex-prefeito, derrubando a regra que garantia o registro da candidatura com o simples ato de contestar judicialmente a decisão dos tribunais de contas ou das câmaras municipais. Assim, desde o ano passado, para conseguir o registro de candidatura, o candidato deverá obter a suspensão da decisão administrativa na Justiça Comum, reconhecendo a idoneidade da ação que contesta a decisão do Tribunal de Contas.
Este é o grande e apertado nó da questão: Ubaldino até hoje não conseguiu a tão sonhada liminar para suspender as decisões do TCM e da Câmara Municipal, desmentindo, assim, suas próprias palavras, uma vez que ele alardeava a todos já tê-la conseguido. Acumalando sucessivas derrotas e ciente do novo entendimento do TSE, Ubaldino ingressou com uma ação judicial visando suspender a sua inelegibilidade por meio de uma decisão liminar, da forma exigida pelo TSE.

RECURSOS NEGADOS
O combativo e respeitado Dr. Márcio Mont´Alegre, juiz de Porto Seguro, indeferiu o pedido e o pré-candidato interpôs um agravo de instrumento ao Tribunal de Justiça da Bahia visando obter a liminar negada. O recurso foi dirigido à Desembargadora Maria Geraldina de Sá Souza Galvão, da Quarta Câmara Cível, que negou seu pedido, impedindo, portanto, a sua pretensa candidatura. Insatisfeito, o ex-prefeito chegou a impetrar um mandado de segurança contra a magistrada, sendo que o Desembargador Jerônimo dos Santos, relator do caso, negou seu pleito, fato referendado pelo Pleno do Tribunal de Justiça (reunião com todos os desembargadores) no dia 25 de janeiro. Nesta mesma data, o Tribunal ainda negou provimento a outro recurso intentado pelo ex-prefeito.

A série de derrotas do ex-prefeito não param por aí: no dia 30 de janeiro, a Desembargadora Maria Geraldina, relatora do agravo de instrumento, negou, mais uma vez, a tentativa de suspender-se a inelegibilidade de Ubaldino Junior. Ela, textualmente, indeferiu o pedido de reconsideração, bem como negou seguimento ao recurso regimental manejado. Observa-se, curiosamente, que o ex-prefeito somente pediu a impugnação da decisão do Tribunal de Contas após quase cinco anos, já no final do ano passado. Ora, se a Decisão da Câmara Municipal que rejeitou suas contas, conforme alega o ex-prefeito, foi ilegal, por que esperar cinco anos para reclamar? No entendimento do ministro Asfor Rocha, corregedor-geral do TSE, ações semelhantes à de Ubaldino, no intuito de, exclusivamente, fazer incidir a cláusula de suspensão da inelegibilidade, sem, contudo, discutir os motivos que ensejaram as rejeições de suas contas, devem ser classificadas como "aventurismo jurídico", tese corroborada pelos ministros Marco Aurélio, Cezar Peluso, Carlos Ayres Britto, José Delgado e Marcelo Ribeiro.

TIRO NO PÉ
Desta vez parece que o feitiço virou-se contra o feiticeiro. Faltando pouco mais de cinco meses para o registro das candidaturas, Ubaldino, que optou por fazer a tentativa no apagar das luzes, provavelmente não terá tempo hábil de reverter a situação, não lhe restando outra saída senão abandonar a disputa eleitoral. Tiro no pé. Em que pese tratar-se – ao menos presume-se – de um político experiente, a estratégia montada por Ubaldino não durou pouco mais de três meses. A antecipação da campanha, além de já ter lhe custado muito dinheiro, fez com que todos os demais potenciais candidatos lhe apontassem os canhões – e por sinal somente apontados – e, antes mesmo que um tiro fosse disparado, o próprio comportamento do ex-gestor, através da exposição demasiada e ataques de extremo baixo nível, seja na sua rádio ou no seu folhetim clandestino, levou a uma derrota também antecipada.

Enfim, o ex-prefeito disparou um tiro, de calibre 12, no seu próprio pé. O ex-prefeito Ubaldino Júnior, afastado do cargo em 2003 pelo Tribunal Regional Federal de Brasília, ainda responde a inúmeras ações judiciais por atos de improbidade administrativa, em Tribunais da Bahia e de Brasília, é também Réu em diversos processos por crimes eleitorais, além de responder a vários inquéritos na Delegacia da Polícia Federal, motivos pelos quais se vê obrigado, definitivamente, a sair de cena.



Por Miro, do jornal Topa Tudo

16/2 - SUCESSÃO EM EUNÁPOLIS: PAULO DAPÉ NÃO DESCARTA ALIANÇAS


Votos consolidados, só ele tem!

EUNÁPOLIS - Se conseguir registrar a sua candidatura, o que é assunto para discussões intermináveis, o ex-prefeito Paulo Dapé virá com tudo na sucessão municipal, queiram ou não os seus adversários. Fontes ligadas ao governo estadual garantem que Dapé mora no coração do governador e de assessores mais próximos de Wagner. Mas esse amor chama-se votos consolidados. E só ele tem em Eunápolis (até seus adversários concordam), basta analisar os resultados das eleições anteriores.

Se ganhar de volta a prefeitura, Dapé nem vai precisar mudar muita coisa no quadro de pessoal, pode manter antigos dapezistas que foram "aproveitados" por Robério, uns pela competência, outros pela conveniência. Fontes ligadas ao ex-prefeito afirmam que para voltar ao palácio Archimedes ele não descarta aliança com qualquer liderança política de oposição, a única dúvida seria o vice-prefeito Jota Batista. Também pudera.




Geraldinho Alves, editor




16/2 - JORNAL A GAZETA PEGA PESADO COM ULDURICO PINTO


Desvio de R$ 40 milhões atribuído ao deputado


EUNÁPOLIS - O jornal A Gazeta Bahia, do jornalista Jackson Domiciano, publicou matéria de capa na edição dessa semana apontando diversas acusações contra o deputado federal Uldurico Pinto (PMN). A atitude corajosa do editor do jornal causou constrangimento para o prefeito Robério, uma vez que o Gazeta é parceiro de primeira linha da prefeitura de Eunápolis, tanto assim, que a manchete da edição são as obras de infra-estrutura, tocadas pela prefeitura.


Esta semana, em Brasília, Uldurico e Robério se estranharam, o deputado fechou a cara quando encontrou o prefeito de Eunápolis. No final do ano passado, Uldurico exonerou João Alcides, seu assessor parlamentar na época, porque João fez acusações ao prefeito Robério de irregularidades com o dinheiro do PETI, em seu programa na Rádio Jornal.


Mas a aliança de Robério com a família Pinto vem de longe. O prefeito não admite, por exemplo, críticas a Ubaldino, nem a Uldurico na rádio Ativa FM, onde tenta exercer grande influência no conteúdo jornalístico da emissora. Se a aliança melar, os nomeados de Ubaldino/Uldurico na prefeitura de Eunápolis também devem perder a boquinha.


Geraldinho Alves, editor


16/2 - JR. DAPÉ TOMA ATITUDE SOBRE SEGURANÇA EM ITABELA


Quem quer faz


O prefeito Jr. Dapé retornou e foi logo arregaçando as mangas. Na quinta-feira (14) reuniu-se com os comerciantes e a polícia civil para discutir a segurança pública do município. O vice-prefeito, Ilson Oliveira, também participou do encontro.

Dapé mostra atitude e vontade política para mudar a situação. Chama a sociedade para uma parceria, investe na ampliação do efetivo policial, A reunião serviu para anunciar a ampliação do efetivo da polícia civil, que contará agora com dois delegados e 4 agentes naquela cidade.

Alguns prefeitos da região podiam tomar como exemplo.
Leia mais informações no site nossacara.com, agora com novo layout.
Foto da Agência Imagem

16/2 - PADRE ADÃO VAI EMBORA DE ARRAIAL


Igreja transfere pároco sem consultar a comunidade


PORTO SEGURO - Mesmo totalmente adaptado aos costumes do lugar, o padre Adão, de Arraial D'Ajuda, está sendo transferido para outra localidade, sem que a comunidade tenha sido ouvida, como é praxe da igreja católica. O pároco é muito querido pelos moradores. A jornalista Área Catharina, do Arraial News, não concorda com a decisão da igreja e está mobilizando as pessoas para tentar impedir a transferência.


Quem quiser se manifestar a favor da permanência do padre Adão, pode escrever email para Áurea:

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

16/2 - PREFEITO ESTARIA DE QUARENTENA?


Secretária quis ficar longe do prefeito e da imprensa

EUNÁPOLIS - Passou longe da imprensa e dos holofotes a visita que Marília Muricy, secretária estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos fez a Eunápolis, na quinta-feira (14). A prefeitura diz que ficou sabendo da visita pelo site RADAR 64, mas não conseguiu sucesso para recepcionar a secretária, que dispensou a presença do Poder Executivo e também fez questão de driblar a imprensa.


Marília veio vistoriar as obras do presídio na região do bairro Alecrim, que por sinal andam devagar, quase parando. Segundo o site RADAR 64, comentaristas políticos afirmaram que tudo isso tem um motivo: O governo Jaques Wagner, por questões eleitorais, vem procurando manter distância do grupo que administra Eunápolis atualmente. Prova disso, segundo as fontes, é que as obras estaduais estão paradas na cidade, como é o caso do Hospital Regional, que hoje funciona num prédio alugado, e até a do próprio presídio.



Faz sentido. Wagner pode ter colocado Robério de quarentena. Os aliados eleitorais do governador (leia-se Carletto, Dapé e cia) podem ter participação nisso.



Diferente do que aconteceu em Eunápolis, em Teixeira de Freitas, para onde a secretária foi em seguida, as reivindicações dos detentos e dos servidores da Penitenciária foram ouvidas. Lá, ela até posou para os fotógrafos e concedeu entrevistas aos jornalistas, segundo a matéria do RADAR 64.




Com informações do site RADAR 64 (veja link na barra lateral deste Blog).


Leia também mais informações no site Teixeira News.




15/2 - FAMÍLIA DE COTRIM QUER REABERTURA DE INQUÉRITO

Alemão confessou o crime, mas a família não está convencida

Irmão do ex-deputado assassinado pede ajuda na Assembléia


Milton Cotrim Guimarães, entregou ontem (14) ao presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Nilo (PSDB), uma carta solicitando que a AL interceda junto à Secretaria de Segurança Pública para que seja reaberto o inquérito do assassinato do seu irmão, o ex-deputado Maurício Cotrim, ocorrido em 14/9/07, na cidade de Itamaraju. O pistoleiro Alemão, preso no final do ano passado em Eunápolis, assumiu a autoria do crime.


Para Guimarães, o inquérito foi concluído mesmo com inúmeras contradições, como por exemplo, a ausência de depoimentos da pessoa que acompanhava o ex-deputado durante a caminhada na Praça 2 de Julho, sua namorada e seus familiares próximos. "Não dá para entender que um inquérito se prolongue por quase cinco meses sob a coordenação de um delegado, seja passado para outro, sendo mudado o rumo da investigação e indentificado os supostos responsáveis em um prazo de 12h", relata trechos da carta.


Este caso de Cotrim está cheio de interrogações. Alemão, o pistoleiro que confessou o crime disse também que foi autor de outros assassinatos de repercussão na região. Falou ainda que o mandante era Floro Calheiros (Ricardo Alagoano), que já está preso. Quanto mais mexe, mas confuso fica.
Com informações do Blog de Samuel Celestino
Foto do site RADAR 64

15/2 - NADA DE NOVO NO FRONT

Governador Wagner hoje (15) na Assembléia
choveu no molhado!


O governador falou para os deputados e demais presentes na Assembléia, hoje pela manhã, na abertura dos trabalhos legislativos, como reza a praxe. Segundo a coluna Raio Laser, do jornal Tribuna da Bahia, "a parte mais forte e elogiada foi a relacionada à política, considerada uma bela análise do novo e inquestionável momento de liberdade vivido pelo Estado".
Mas para a maioria, o governador falou muito (o discurso teve 42 páginas), mas não disse nada do que todos queriam ouvir. E ficou nisso. Nada de reforma administrativa, como esperavam alguns.

Registros da cerimônia

O prefeito da capital, João Henrique, não apareceu, disse que estava acompanhando o seu pai, Senador João Durval, que foi internado com labirintite.
Mas 3 prefeituráveis de Salvador lá estavam: ACM Neto, Imbassahy e Lídice.

O secretário de Saúde, Jorge Solla, foi deselegante com o deputado Heraldo Rocha, seu forte opositor. Deixou o deputado com a mão estendida no ar e não o cumprimentou.


Wagner fez seu discurso seguindo o script, não improvisou como fez nas outras vezes.

Resumo da ópera, a cerimônia não cheirou, nem fedeu. Foi sem ter sido.


15/2 - BICICLETAS NA BR 367


Está na hora de se tomar uma providência!


Quem dirige na BR 367, no trecho Porto Seguro-Eunápolis, sabe o quanto é perigoso o tráfego de bicicletas naquela via. Sendo o meio de transporte mais barato para a população, a bicicleta é usada por muitos trabalhadores para o deslocamento casa-trabalho-casa. Até aí tudo bem. ocorre que, em alguns locais, por não existir acostamento, os ciclistas usam a BR como pista e aí colocam em risco a própria vida e a dos motoristas (acidentes acontecem sempre).


O motorista fica indefeso, embora sempre vá levar a culpa por qualquer acidente que aconteça. Os ciclistas abusam de mudar de direção a toda hora, atravessando a pista sem se preocupar com os veículos. Muitos pedalam à noite sem roupa adequada, nem sinalizadores, surpreendendo quem trafega de carro. Não sei a quem cabe uma ação mais rigorosa para educar os ciclistas, mas está na hora de se tomar uma providência.



Geraldinho Alves, editor.