domingo, 21 de abril de 2013

FIM DO BLOG... VIDA LONGA AO SITE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE

Para que fazer duas coisas como se fossem diferentes se as duas são a mesma coisa?

Por isso decidi suspender o blog e dedicar 100% ao site Bahia40graus. 


Tudo que poderia estar aqui, vai estar lá, Acesse. 

sábado, 13 de abril de 2013

JUSTIÇA E VERGONHA NA CARA




Políticos que mentem vão pra cadeia... Na Europa.

Mentiras públicas levam ex-ministro da Inglaterra para a prisão e complica vida de ex-ministro da França.  


Uma reportagem do New York Times mostra que a cultura política se repete em todo o planeta, mas a Justiça nem tanto. Na Europa, pelo menos, dois ex-ministros estão pagando caro por seus erros.

No mês passado no Reino Unido, o ex-ministro de Energia, Chris Huhne, foi para a prisão por fazer sua esposa receber os pontos em sua carteira de motorista em 2003 pelas multas de excesso de velocidade recebidas por ele.

Na França, outro ex-ministro, o do Orçamento, Jerome Cahuzac, está enfrentando acusações de lavagem de dinheiro e evasão fiscal após ter reconhecido que há muito possui contas bancárias não declaradas, primeiro na Suíça, depois em Cingapura.

Nos dois casos, os crimes  forçaram os políticos a renunciar ao serem denunciados.

Mas o que realmente chocou a população foram as mentiras deslavadas, repetidas inúmeras vezes, para familiares e amigos, líderes políticos e parlamentares, investigadores e a imprensa, sempre com seriedade e indignação.

Enquanto isso, no Brasil... A mentira é cada vez mais usada pelos políticos. 



domingo, 7 de abril de 2013

PT DE EUNÁPOLIS X ROBÉRIO, O EQUPIVOCO CONTINUA




Enquanto o governador Jaques Wagner ainda trata o ex-prefeito como grande líder político regional, o PT local não reconhece o legado.

O ex-prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, ainda é visto por alguns petistas locais como o inimigo número um do partido.

Mas esse parece ser um entendimento equivocado. 

O fato é que Robério governou a cidade por 8 anos e nesse tempo deixou o ninho carlista para fazer uma sólida parceria com o PT estadual e federal (apoiou Wagner, Lula e Dilma).

Enquanto isso, o diretório municipal do partido lhe fazia oposição cerrada, com o vereador Lucas Leite sendo o carrasco de plantão.

E pelo visto, nada adiantou essa postura. O partido ficou estagnado e dividido politicamente, não conseguindo aproveitar melhor o momento político.

O resultado está aí: Eunápolis (leia-se Robério) conquistou um legado de dezenas de obras dos governos estadual e federal com todas as digitais do ex-prefeito, apesar da ferrenha e raivosa oposição dos petistas eunapolitanos.

Hoje, três desses petistas viraram secretários municipais no governo Neto  e o vereador Lucas Leite atua como um 'quarto' secretário informal.

Como o governador Jaques Wagner pensa estrategicamente, ele ainda precisa enxergar muitos votos no novo cenário político eunapolitano. 

Por enquanto ele só vê poucos votos na panelinha local. 

Wagner tem visão de futuro e avalia o custo benefício de arriscar suas fichas nos companheiros eunapolitanos. 

Para entender melhor, fica uma pergunta no ar: caso Robério venha candidato a deputado, como ficam os votos de Eunápolis?

Uma boa pergunta para se buscar uma resposta antes que as alianças no andar de cima sejam feitas.

Contar com Robério na lista dos políticos fora do jogo é precipitação.  

Essa é a questão.

Geraldinho Alves

DE QUEM É O PEDRÃO DE EUNÁPOLIS, AFINAL?



Pedrão não é festa privada, mas do povo

A disputa pelas digitais da festa do Pedrão de Eunápolis não traz nenhum benefício a ninguém, nem ao povo nem aos políticos que porventura se arrisquem nessa bobagem.

Quem sempre bancou o Pedrão foi o povo de Eunápolis e a festa a ele pertence. A ninguém mais.

Há nove anos seguidos, o evento custa milhões aos cofres municipais, mas gera um impacto econômico com um custo benefício que justifica o investimento. Afinal, movimenta toda a cidade e microrregião.

Assim, a rede hoteleira local fatura, o comércio vende muito, as empresas de ônibus intermunicipais lucram a beça, as cervejarias nem se fala.

Lucram taxistas, mototaxistas, lanchonetes, postos de gasolina...

Os artistas locais também contam com o cachê do Pedrão. Cono ninguém faz show sozinho, músicos e auxiliares ganham sua parte.

E muita gente - muita gente mesmo - já conta com essa oportunidade de ouro para ganhar uma renda extra nesse período, com uma barraca, um isopor, uma guia para faturar.

A criação da festa foi uma sacada extraordinária do ex-prefeito Robério, mas a festa tem que continuar.

E quem tem que dar continuidade ao Pedrão é o prefeito Neto Guerrieri e os próximos prefeitos.

Tensionar a relação entre quem fez o Pedrão e quem vai fazer agora não faz bem , repito, a ninguém. 

O poder político é passageiro, a vida é curta e a cidade dura muito mais tempo do que os seus dirigentes.

A Neto cabe a inteligência e a grandeza de reconhecer a importância do papel de Robério na consolidação do Pedrão. Reconhecer o sucesso da marca.

A Robério cabe a aceitação de que o poder troca de mãos e os negócios e interesses também. É assim em Eunápolis e em todo o planeta.

Ao povo, cabe se divertir, afinal, é o verdadeiro dono da festa.

Geraldinho Alves

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Blogueiros criam 'pronto-socorro' jurídico



Categoria vem enfrentando processos na Justiça por conta de conteúdos publicados que ferem interesses de políticos, empresários e outros segmentos.

Dezenas de blogueiros, a maioria do estado de São Paulo, reuniram-se na terça-feora (2) e criaram o 'pronto-socorro' dos blogueiros – um fundo para auxiliar aqueles em dificuldades com a Justiça, por conta de processos movidos contra conteúdos publicados.

A motivação foi a condenação do blogueiro e jornalista Luiz Carlos Azenaha, dob'log Viomundo', em ação movida pelo diretor da Rede Globo e também jornalista Ali Kamel.

O 'pronto-socorro' dos blogueiros vai acompanhar casos de processos na Justiça e de ameaças a donos de blogues por todo o país.

TAÍ UMA IDEIA PARA SER REPRODUZIDA AQUI NA BAHIA O MAIS URGENTE POSSÍVEL.